sexta-feira, 30 de dezembro de 2011

Comissão técnica, e os projetos para 2012.....

Na foto:- O momento que antecede o primeiro gol, do Reumatismo Máster, frente a Seleção Brasileira de Eternos Craques.
    Um dos projetos que entrará em desenvolvimento este ano, será a qualificação do elenco. Este projeto será desenvolvido em várias etapas.  1º) Equilíbrio emocional. Ex.- a) As vezes, um adversário encaixa a marcação, e dificulta nosso jogo, uma pequena parcela começa a se desequilibrar. Isso é nada mais, que um copo com água prestes a derramar. Ou seja sua técnica está no limite, pois aí é a hora de jogar mais, como não consegue, quer se impor falando.  b) Outro sintoma, é que, começa aparecer deficiências primárias como erros de passes fáceis, até em recuo de bola. c) Perde noção de posicionamento. d) Esquece a sua função tática. e) passa a reclamar da arbitragem etc 2º)Deixa de ser Atleta de grupo:- Ex:- a) está jogando abaixo do necessário, vai para o banco, aí começa a se posicionar, colocando seu pensamento para os demais. b) começa a fazer cara feia. c) Fica se colocando de forma que está descontente. Obs:- todos estes exemplos são para os que se acham. 3º) a qualificação do elenco:- Este ano foi falado incansavelmente, sobre esquema tático coletivo, e individual. Já para este ano, a função é qualificar. No coletivo, entraremos com novos esquemas de jogo para dar mais alternâncias, para a comissão técnica. No individual, não será mais falado. Ex:- cobertura, movimentação, erros de passes simples, sem motivos, sistemas de marcação etc. ) Titularidade:-a partir deste ano, teremos os titulares e  reservas. O reserva que não estiver encaixando não jogará meio tempo, como na política anterior. A escolha será puramente técnica, e não por causa da mensalidade.
   Não queremos transformar o Reumatismo Máster, em um time profissional  (pelo menos, não no momento), tanto que este ano, o elenco será o mesmo. Mas, chegamos á um patamar, onde todos querem jogar conosco. Principalmente os times de grandes tradições da região, (que já se sentem incomodados, com o crescimento do Reumatismo Máster). (Além da liga regional, que insiste que nós se filiamos a ela, e nós queremos ser filiados a federação Paulista) E sem dúvidas, este é um mérito do elenco que está aí, simples mente queremos manter o grau atingido, que não é fácil, e depois montar um projeto para ultrapasalo. Corrigindo algumas deficiência, este plantel, pode alcançar um  up gride, acredito de pelo menos uns 30%.
  Comparando com os outros projetos da diretoria, em andamento, temos mais é que crescer. Projetos tais como: Conseguir área para construir nosso próprio campo de jogo, esta  bem adiantado.    Outro projeto é a criação de nossa sede própria. Filiação de nosso time na federação Paulista, para poder disputar campeonatos por ela organizados. E outros com menos importância. Por que, que o time não pode crescer, conforme cresce nosso nome, nossa estrutura. 
  Como exemplo, existe uma frase marcante que serve para nós.- (Quantas pessoas morreram, em guerras, para que a gente tivesse a paz no mundo, que temos nos dias de hoje.)
   Por isso e por outras, que peço a todos, o objetivo é que crescemos todos juntos, cuidem se de seus preparos físicos, peso etc.
   Depois que passou o evento "Natal Solidário", eu e o Nilson, confabulamos o seguinte: Agora que era para a gente curtir, tivemos que ficar explicando para a imprensa em OFF ou no ar, qual era o motivo de tantos gols perdidos,  e por que que só atacávamos pelo lado da água. Por que nossa torcida ficou impaciente, pedindo para não..... E não foi por falta de falar, explicar, gritar, berrar, chingar etc 
    Vamos buscar o óbvio, que naturalmente é a melhora dentro de campo e individual, pois, como vocês mesmos são testemunhas, ninguém segura essa diretoria. E para podermos acompanha la, nossa melhora tem que ser constante. Não esquecendo, de olhar para traz, que esse patamar alcançado, foi conseguido por vocês, mas, reparem de quantos companheiros nossos ficaram pelo caminho, para que este objetivo fossem alcançados.

Nenhum comentário:

Postar um comentário