quinta-feira, 25 de janeiro de 2018

Chupaaaaaaa PT, Lula, Gleisi

   Na foto está o Presidente do Tribunal Federal da Região Sul "TRF 4" situado em Porto Alegre, "2ª instância" o Desembargador  Dr Carlos Eduardo Thompson Flores Lens.
    Ontem sob seu comando, realizou o julgamento do recurso impetrado pela defesa do ex presidente Lula em 2ª instância, sob a condenação pelo Juiz Sérgio Moro "1ª instância" em 2 delitos: Lavagem de dinheiro e corrupção passiva.
   O resultado final foi de 3 x 0 e ampliação da pena de 9,6 anos para 12,1 e com a pena para ser cumprida logo após os últimos recursos em segunda instância. Neste caso cabe o "Embargos de declaração" o qual será julgado pelos três desembargadores que definiram a pena. O prazo neste caso não passa de 45 dias.
   O que chama muito atenção é a incapacidade da direção do PT e seus advogados, de não mudarem as estratégias, pois se continuarem batendo em farsa, as coisas devem piorar e muito.
   As provas neste processo são fartas e cabais. Eles batem muito, em que o apartamento nunca esteve em nome do ex presidente, naturalmente seria melhor que se estivesse, pois ele usou a OAS Eng como laranja, caso contrário a pena seria de 3 anos, pois não seria penalizado pelo crime de lavagem de dinheiro. 
   Eu já esperava por 3 x 0, mas, não esperava por apenas 12,1 anos, a ideia era de mais de 15.
  Mas, acredito que os processos que ainda virão as penas sejam maiores que essa. O próximo que é o caso de Atibaia, deve ser julgado em primeira instância já em março e as provas são três vezes mais consistente que o do Triplex. 
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário