terça-feira, 23 de abril de 2013

"Vlado Herzog"

     Sou Jornalista Valfrido Meira, e com muito prazer, que depois de um ano, volto a passar minhas mensagens neste blog, o qual tenho muito carinho.
     No capítulo de hoje, escreverei sobre um brilhante jornalista, professor e dramaturgo, Vlado Herzog. (foto). 
     Não seria possível, relatar todos os feitos desta saudosa pessoa, em prol a nossa nação, ao nosso povo, em um livro, muito menos em algumas palavras escritas. 
     Voltaremos a relatos e feitos, em breve.
     Vlado Herzog, filho de Judeus, nasceu em Osijek, Reino da Iugoslávia em 27/06/1935 e faleceu em São Paulo no dia 25/10/1975.
      Passou a ser chamado de Vladimir Herzog, logo após se naturalizar Brasileiro, era casado com a publicitária Clarice Herzog, com quem teve dois filhos.
      Militante do Partido Comunista Brasileiro, foi torturado até a morte no Doi-Codi, quando tomou a iniciativa de se apresentar para um interrogatório pela atravancada ditadura, de Gal Ernesto Gaizel, o qual era o maior mandatário da época. 
     O inicio do fim de Vladimir Herzog, foi causada pela Assembleia Legislativa de São Paulo, a mando dos Deputados José Maria Marin e Wadi Helu, pediram prisão e interrogatório do mesmo, para que se explicasse das sua ligações com o Partido Comunista Brasileiro.
     José Maria Marin, está por aí, dirigindo a CBF e é membro do Comitê Organizador da Copa do Mundo de 2014 no Brasil.
     Na semana que vem, escreverei do legado deixado por ele.

Nenhum comentário:

Postar um comentário